Grade Curricular

POR Schermen Dias 15/09/2015

Grade

INSTITUIÇÃO ADVENTISTA SUL BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL

Região Administrativa de Santa Catarina

Departamento de Educação

CNPJ: 76.726.884/0059-44  

 

 

Unidade Escolar: Rede Educacional Adventista de SC

Curso: Ensino Fundamental - 1º ao 9º Ano

Lei Vigente: 9394/96

Carga Horária Mínima anual do Curso: 800 Horas

No de Dias Efetivos de Trabalho: 200 dias

No de Dias Letivos Semanais: 5 dias

Duração da ora

   Hora/Aula: 50 Minutos

Turno: Diurno

Vigência: A Partir de 2015

 

 

DISCIPLINAS

Séries

 

TOTAL

H/A

1° 

2° 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BASE COMUM

Língua Portuguesa

5

5

5

5

5

4

3

3

3

38

Redação

-

-

-

-

-

1

1

1

1

4

Língua Estrangeira Moderna -Inglês

1

1

1

1

1

2

2

2

2

13

Matemática

4

4

4

4

4

4

5

5

4

38

Ciências

3

3

3

3

3

3

3

3

4

28

Geografia

1

1

1

2

2

2

2

2

2

15

História

2

2

2

2

2

2

2

2

2

18

Artes

2

2

2

2

2

1

1

1

1

14

Educação Física

2

2

2

2

2

2

2

2

2

18

Ensino Religioso

4

4

4

3

3

3

3

3

3

30

Subtotal

24

24

24

24

24

24

24

24

24

216

 

 

 

PARTE DIVERSIFICADA

Língua Estrangeira Moderna -Espanhol

-

-

-

-

-

1

1

1

1

4

Introdução à Musicalização

1

1

1

1

1

-

-

-

-

5

Subtotal

1

1

1

1

1

1

1

1

1

09

Total Geral

25

25

25

25

25

25

25

25

25

225

Total Horas

833

833

833

833

833

833

833

833

833

7.497

 

 

 

 

 

 

 

 

INSTITUIÇÃO ADVENTISTA SUL BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL

Região Administrativa de Santa Catarina

Departamento de Educação

CNPJ: 76.726.884/0059-44  

Unidade Escolar: Rede Educacional Adventista de SC

Curso: Ensino Médio – 1º ao 3º Ano

Lei Vigente: 9394/96

Carga Horária Total do Curso: 3.296 horas

No de Semanas Letivas: 40 Semanas

No de Dias de Efetivo Trabalho Escolar: 200 Dias

No de Dias Letivos Semanais: 5 Dias Letivos 

Duração de Hora/aula: 48 Minutos

Turno: Diurno

Vigência: A partir de 2015

 

 

ÁREAS DE CONHECIMENTO

 

 

 

 

DISCIPLINAS

SÉRIES

 

TOTAL

HORAS

 

 

BASE

NACIONAL

COMUM

 

PARTE

DIVERSIFICADA

1a

2a

3a

 

Linguagens Códigos e suas Tecnologias

 

 

 

 

 

Língua Portuguesa  

 

2

2

3

224

Redação

 

1

1

1

96

Literatura

 

2

2

2

192

Língua Estrangeira Moderna – Inglês

 

2

2

0

128

Educação Física

 

2

2

2

192

Artes

 

 

 

1

32

 

Língua Estrangeira Moderna - Espanhol

1

1

0

64

 

 

Língua Estrangeira Moderna - Inglês ou Espanhol

-

-

2

64

Matemática, Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Matemática

 

3

4

4

352

Física

 

3

4

4

352

Química

 

3

4

4

352

Biologia

 

3

4

4

352

Ciências Humanas e suas Tecnologias

História

 

2

2

2

192

Geografia

 

2

2

2

192

 

Estudos de Santa Catarina

-

-

2

64

 

Filosofia

1

1

1

96

 

Sociologia

1

1

1

96

                                 Ensino Religioso

2

3

3

256

 

TOTAL EM

HORAS/AULAS

 

30

 

35

 

38

 

TOTAL EM HORAS

960

1120

1216

3296

               

 

Considerando a justificativa da Base Curricular vigente até 2014 (em anexo), e avaliando as reflexões dos educadores da Rede de Escolas Adventistas de Santa Catarina, a Instituição Adventista propõe a seguinte mudança:

Redução de uma hora/aula semanal nas disciplinas de Matemática, Física e Ensino Religioso do 1º ano do Ensino Médio (Carga Horária realizada em contra turno).

 

Justificativa:

 

Um dos principais dilemas da educação contemporânea gira em torno da permanência dos alunos do ciclo médio nos bancos escolares. Atraídos pelo número de estímulos e pela velocidade da sociedade, a escola lhes parece enfadonha.

Todo esse clima de desinteresse dos adolescentes pela vida escolar tem gerado muitas reflexões mundo afora sobre os possíveis caminhos de fazer com que o ensino médio seja vivido e percebido como significativo. Nessa perspectiva, o desafio dos sistemas de ensino nos últimos anos envolve a capacidade de organizar um programa curricular que consiga, ao mesmo tempo, formar os jovens para continuar os estudos no ensino superior e prepará-los para o mercado de trabalho. Ou seja, fazer com que se escolarizem o mais/melhor possível, o que muitas vezes obscurece outros sentidos da educação. 

O Ministério da Educação (MEC) desde 2004 incentiva propostas que apontem para um programa curricular mais flexível na tentativa de superação de um currículo de ensino médio tradicional e permita aos alunos construir seu próprio percurso de aprendizado. Mais recentemente, o lançamento da proposta do Ensino Médio Inovador (EMI) instituído pela Portaria nº 971, de 9 de outubro de 2009, integra as ações do Plano de Desenvolvimento da Educação – PDE, como estratégia para induzir a reestruturação dos currículos do Ensino Médio, procurando incentivar um currículo que  valoriza a interdisciplinaridade e que deve ser organizado em torno de quatro eixos: trabalho, tecnologia, ciência e cultura.

Nesta perspectiva, os projetos de reestruturação curricular possibilitam o desenvolvimento de atividades integradoras que articulam os quatro eixos referenciados, contemplando as diversas áreas do conhecimento a partir de 8 macro campos:  Acompanhamento Pedagógico; Iniciação Científica e Pesquisa; Cultura Corporal; Cultura e Artes;  Comunicação e uso de Mídias; Cultura Digital; Participação Estudantil e  Leitura e Letramento.

Como Rede de Ensino, provedora de ações inovadoras na área educacional que desenvolvam competências que contribuam para uma educação permanente, assume-se como primazia ações educativas que contemplem projetos significativos a partir de oficinas de investigação e práticas, instigada por temas transcendentes na perspectiva da modificabilidade cognitiva estrutural com fins a um desenvolvimento cognitivo autônomo. Sendo assim, o período do contra turno será direcionado para atividades de aprofundamento, pesquisas e aprendizagem colaborativa mediadas pelo professor de cada disciplina/temática de trabalho.

Propõe-se, portanto, um pensar de novas soluções para a rede, que diversifiquem os currículos com atividades integradoras, a partir dos eixos trabalho, ciência, tecnologia e cultura, para aprimorar a qualidade da educação oferecida nessa fase de ensino e torná-la mais atraente.